segunda-feira, 25 de abril de 2011

Diagnóstico, enfim (pelo menos para o seio)

Bom gente

Queria antes de mais nada agradecer muito às minhas queridas amigas virtuais pelo apoio. É muito bom ter alguém que entende a maternidade me dando apoio, opiniões e conselhos.

Hoje o mastologista me ligou e me disse para ir ao consultório. Mais uma vez me examinou e olhou os exames. Afinal, ele me deu um diagnóstico. Na verdade, o que eu tenho é um raro e dolorido estreitamento de um canal de leite onde, quando o leite tenta descer, fica represado ali e isso causa a dor.

Beleza, a boa notícia é que não é nada grave, não vou morrer disso e não há risco de sequelas permanentes. A má notícia? É que só há um tratamento possível: desmamar as meninas. O médico então sugeriu que eu pese prós e contras e decida. Ele disse que se eu decidir desmamar e sinta muita dor, ele passa um remédio para parar a produção de leite.

Agora é ver o quanto eu agüento. Quarta volto na GO e vou conversar com ela. Quero ver a relação custo/benefício de usar algum antiinflamatório (porque eles passam para o leite e alguns podem fazer mal para as pequenas) e desmamá-las de vez.

É uma pena... com a Helena eu mantive apenas uma mamada por dia por um bom tempo, até que meu ciclo ficou tão desregulado (eu tomava Cerazette) que tive que voltar para o anticoncepcional normal e terminar o desmame. COm  essas, como eu estou com o Mirena, eu queria manter um pouquinho mais... Mas, parece que mesmo depois de tanta luta, agora vou ter que deixar a amamentação para trás.

Depois volto, pessoal...

Agora vou dormir que acabou o CQC e estou morta de sono!

Beijos

Um comentário:

Um espaço pra chamar de meu disse...

Força aí.Que Deus a abençoe e conduza para a melhor escolha!!!Bjs!!!